Notícias e Variedades de Macaé
Início » Comment » Link permanente de comentário » Comentar

Comentar

GRAVIDEZ E CROSSFIT? A COMBINAÇÃO ESTÁ EM ALTA

seg, 06/05/2024 - 12:28 -- Divercidades
Categoria: 
Créditos: 
Arquivo

Elas já chamam atenção por onde passam pelo brilho natural de uma futura mãe, agora imaginem elas correndo, agachando, levantando peso, tudo isso com um bebê na barriga! As mamães crossfiteiras fazem sucesso, surpreendem e despertam a curiosidade de muita gente. Afinal, será que todo esse exercício é saudável para a gestante e o bebê?

Apaixonada por crossfit, Ana Clara Raymundo tem uma relação familiar com o esporte, onde conheceu seu marido e mantém seus treinos com 7 meses de gestação. ‘’Faço crossfit desde 2018. Através dele, fiz inúmeros amigos e conheci meu marido. O crossfit faz parte direta da formação da minha família, e eu sou grata a Deus por ter colocado tudo isso na minha vida’’, diz.
Mas ela sabe que, pra manter o seu esporte favorito durante a espera de Luiza, precisa de acompanhamento médico e apoio.Na cabeça da gestante, tudo gira em torno de trazer segurança pra vida do bebê, então, acredito que algumas coisas sejam fundamentais para que tenhamos tranquilidade de praticar a atividade com segurança: primeiro de tudo é se informar, estudar; o segundo é escolher bem o obstetra que vai te acompanhar no pré-natal; terceiro: um parceiro que te incentive e dê suporte, pois não vai faltar gente te chamando de maluca e te desencorajando’’, ressalta Ana.
Médica obstetra, Dra. Luiza Carramenha explica que, ao contrário do que muitos acreditam, os exercícios de força são permitidos. ‘’Desde que não existam contraindicações específicas, exercícios como o crossfit são permitidos durante a gestação, especialmente se já eram praticados anteriormente pela mulher. Além de não serem contraindicados, exercícios físicos trazem diversos benefícios como redução do ganho de peso durante a gestação, preparação física para o parto, melhor recuperação no pós-parto, reduzem riscos de complicações gestacionais inclusive em relação ao menor desenvolvimento de diabetes e hipertensão na gestação, além de melhorar o equilíbrio e preparação física da gestante, resultando em menos queixas de desconfortos osteoarticulares da gestação’’, esclarece a médica.A especialista acrescenta pontos importantes sobre os cuidados que a gestante tem que ter. ‘’É recomendável que sejam mantidas atividades de leve e moderada intensidade, cuidados em relação à temperatura, evitando-se ultrapassar 38ºC, evitando a prática em locais abafados e horários de temperaturas mais altas; é recomendado limitar-se a 140 batimentos cardíacos e ter cuidado redobrado com a hidratação’’, pontua.
E é com todo esse cuidado que Denise Matias mantém o seu treino com 8 meses de gestação.
Recebo recomendações dos coachs com relação aos movimentos que preciso adaptar. Eles são extremamente atenciosos e cuidadosos, sempre perto para me auxiliar em qualquer dúvida. Existem alguns momentos, por exemplo, que não posso fazer certos movimentos, como burpee, pular corda, não pendurar na barra, todo movimento que eu corra o risco de cair. Então, é preciso adaptar e consigo isso com o auxílio dos coachs. Agora que estou gestante, percebo que tenho que ir mais leve, acompanhar meus batimentos, ter um cuidado redobrado aos movimentos para concluir o WOD (treino do dia) respirando bem. Minha médica sempre indicou atividade física em todo o período da gestação. Eu sempre foquei no pós-parto, sabia que era neste momento da gestação que eu ia conseguir cuidar de nós duas, permanecer saudável para que eu consiga ter um parto tranquilo, na medida do possível. Sempre quis me manter bem durante e depois da gestação”, explica Denise, que além do crossfit, pratica musculação e ioga.Já para a mamãe Fernanda Silvino de Freitas, que treinou até uma semana antes do parto, que foi normal, o crossfit ajudou durante a gestação e depois do nascimento do seu filho. “A prática de atividade na gravidez foi essencial e foi recomendada pelo obstetra durante toda a gravidez, inclusive nos últimos dias antes do parto. Após o nascimento do Gabriel, eu voltei a praticar o crossfit quando ele tinha um mês. As primeiras vezes foram mais puxadas, mas me fez bem recomeçar. Era um tempinho que eu tinha pra mim. Os primeiros meses do bebê demandam muito, então, se cuidar vira um desafio’’, finaliza a mãe.
Médico do esporte, Dr. Alessandro Mitraud ressalta que as gestantes devem seguir com o exercício que sempre praticou antes da gravidez com restrições a acidentes.No caso das praticantes de crossfit, evitar exercícios de barras, saltos, por conta do risco de acidente. Nos boxes de crossfit, os professores são preparados para adaptar os exercícios de acordo com a necessidade de cada um, e com a gestante não é diferente. Uma dica é que, antes de engravidar, o casal cuide da saúde, porque depois com a gestação e o puerpério tudo fica mais difícil, então, o ideal é que seis meses antes do planejamento da gestação os dois comecem a ser cuidar, e a cuidar da saúde de uma forma geral, que significa: sono, exercício físico e alimentação com qualidade’’, conclui.

Texto Thamires Costa - Edição 67/2024

Seu comentário será liberado pelo administrador. Informe-se sobre as regras de moderação de comentários no Termo de uso.
CAPTCHA
Resolva a soma abaixo por questões de segurança
4 + 12 =
Solve this simple math problem and enter the result. E.g. for 1+3, enter 4.

Marca da Agência Logomotiva - Presença Digital - Agência desenvolvedora e mantenedora