Notícias e Variedades de Macaé
Início » Comment » Link permanente de comentário » Comentar

Comentar

Projeto Rir Pra Não Chorar

ter, 31/03/2020 - 10:52 -- Leila Pinho
Categoria: 
Créditos: 
Fotos Ellen Fernandes
grupo rir pra não chorar

Desde 2016, o projeto “Rir Pra Não Chorar” usa o humor e os valores morais para levar alegria e mensagens de amor a pessoas que precisam. Quem explica como tudo funciona é a Dra. Foguetinha, codinome da teóloga e estudante de psicologia Jandiara M. M. Ritzmann, que criou o projeto.

Projeto
O “Rir Pra Não Chorar” é um grupo formado por pessoas voluntárias que fazem trabalhos sociais em hospitais, asilos e outros locais, se vestindo de palhaços. “O nosso objetivo é levar a fé e histórias de fundo moral para as pessoas. Há vários artigos científicos que mostram que a fé promove saúde. Trabalhamos os valores junto com a risoterapia e a palhaçaria do improviso”, pontua a Dra. Foguetinha. Ela conta que os voluntários sempre abordam coisas como obediência, perdão, respeito, fé, amor ao próximo, entre outros.projeto
Vários lugares de Macaé já receberam visitas do grupo, como: Hospital Público de Macaé (HPM), o Centro Municipal de Apoio à Criança e à Adolescência (Cemaia) - abrigo de Macaé,  a ONG Centro de Transformação Humana (Ceth), Casa do Idoso que fica na Imbetiba e escolas municipais e particulares. No HPM, o “Rir Pra Não Chorar” faz visitas a cada 15 dias, sempre na pediatria. “As crianças amam. Esse projeto é terapêutico também para quem faz parte dele. A risoterapia e a fé têm transformado todo o nosso ambiente. Quando as pessoas se doam, elas são curadas e transformadas e Deus trabalha na vida delas”, fala a Dra. Foguetinha.rir pra não chorar
Já na Casa do Idoso, os integrantes se vestem com roupas retrô, da década de 1950, por exemplo, como forma de conquistar a simpatia dos idosos e fazê-los recordar outras épocas. O grupo também interage com os idosos cantando músicas de Roberto Carlos e brincando de jogo da memória.
Atualmente, cerca de 20 voluntários participam do projeto e há espaço para novos integrantes. Quem se interessar, pode entrar em contato pelo Facebook @rirpranaochorarmacae. Todos os membros passam por capacitação, recebendo noções de improvisação com humor, de como lidar com as pessoas nos ambientes visitados como hospital, por exemplo, dentre outras coisas.projeto
Quem quiser, pode ainda apoiar o grupo com doações. O “Rir Pra Não Chorar” tem uma parceria com algumas costureiras que confeccionam bonecas feitas de meias de algodão. As bonecas são doadas para as crianças internadas no HPM. As meias infantis do número 34 a 36, de cano longo, são aceitas como donativos. As meias podem ser coloridas e temáticas.

Texto Leila Pinho

Seu comentário será liberado pelo administrador. Informe-se sobre as regras de moderação de comentários no Termo de uso.
CAPTCHA
Resolva a soma abaixo por questões de segurança
1 + 4 =
Solve this simple math problem and enter the result. E.g. for 1+3, enter 4.