Notícias e Variedades de Macaé
Início » Comment » Link permanente de comentário » Comentar

Comentar

As pastilhas saíram do banheiro

qua, 10/07/2013 - 11:53 -- Divercidades
Sala de TV com pastilhas aplicadas na parede

Revestimento milenar e um dos mais antigos do mundo, a pastilha mostra sua versatilidade e ganha todos os ambientes da casa. A pastilha saiu do banheiro, da cozinha e das fachadas de prédios para ganhar outras aplicações. Hoje, ela pode ser usada no quarto, na sala de jantar, na sala de estar, na varanda, no espaço gourmet, entre outros cômodos.

“A pastilha está acima dos modismos. Ela se expandiu de uma maneira que tomou conta de todo o imóvel. Antes era utilizada do piso ao teto. Hoje ela adquiriu novas roupagens. Ela pode entrar no detalhe para valorizar os revestimentos novos, como o porcelanato, por exemplo. Hoje, é possível encontrar até pastilha para compor painel de cabeceira de cama”, afirma a arquiteta de Macaé, Grasiela Mancini. Pastilha usadas na cabeceira da cama

Embora a função primordial da pastilha seja revestir, foi descoberto novo papel, o decorativo. Graças à versatilidade, a pastilha pode conferir aos ambientes ares de sofisticação, luxo, modernidade, conforto, e colaborar com a composição conceitual dos projetos de arquitetura.

Entre 2007 e 2008, Grasiela fez para um cliente de Macaé projeto de área de lazer com uso de pastilhas na churrasqueira. “O espaço já tinha uma churrasqueira, então, eu aproveitei o material, mudei a churrasqueira de lugar e apliquei pastilhas pretas foscas de 2,5 cm x 2,5 cm. Na época, quase ninguém usava isso em churrasqueira. O muro foi pintado de berinjela e o espaço ficou lindo”, lembra a arquiteta.

Atualmente, o mercado oferece imensa variedade de materiais como vidro, cristal, madeira, cerâmica, casca de coco, madrepérola, ouro, porcelana, porcelanato, granito, mármore, bambu, inox, entre outros.

Banheiro com pastilhas utilizadas em faixaTambém há diversidades nos formatos, tamanhos e combinações. Embora o mais habitual seja o quadrado, existem opções como retangular e redondo e, ainda, combinações de peças com tamanhos diferentes, na mesma placa. As medidas das pastilhas podem contemplar diferentes projetos, pois tem desde a tradicional 2,5 cm x 2,5 cm até medidas grandes como 10 cm x 10 cm e, menores, como 1cm x 1cm.

“Outro ponto legal é que ela te dá liberdade para criar. Dá para usar em curva, em quina, enfim. Tem um projeto que vou executar que prevê o uso de pastilha na lareira da sala. Vou utilizar pastilha feita com lascas de madeira. Escolhi esse material para dar o acabamento porque a madeira melhora a acústica do ambiente e dá mais conforto”, explica Grasiela.

Manutenção e durabilidade

Muitas pessoas ficam em dúvida na hora de comprar as pastilhas por pensarem que as peças pode se soltar facilmente. De acordo com a arquiteta Grasiela, muito já se avançou na aderência das pastilhas. Hoje, já existe argamassa específica para pastilha, o que permite que o revestimento tenha mais qualidade na afixação e dure mais tempo.

Mas, outro cuidado que vai colaborar com a longevidade do revestimento é a manutenção adequada. Como, geralmente, as peças têm áreas pequenas é necessário ter muita cautela e fazer a limpeza de forma mais branda, sem utilizar força bruta.

Seu comentário será liberado pelo administrador. Informe-se sobre as regras de moderação de comentários no Termo de uso.
CAPTCHA
Resolva a soma abaixo por questões de segurança
14 + 1 =
Solve this simple math problem and enter the result. E.g. for 1+3, enter 4.