Notícias e Variedades de Macaé
Início » Colunistas » Nutri Vida » Colesterol elevado

Colesterol elevado

qui, 23/07/2020 - 11:39 -- Ludmila Candeco
Categoria: 
Créditos: 
Arte web
COLESTEROL

Muito provavelmente você já teve ou conhece alguém que já apresentou Hipercolesterolemia. O que é isso?
Esse nome grande e complicado de falar, nada mais é do que níveis elevados de colesterol na corrente sanguínea. Um problema que atinge muitas pessoas e que pode gerar consequências graves, pois leva ao estreitamento ou entupimento das artérias,comprometendo a passagem livre do sangue através da formação das placas de gordura.
Primeiramente, vamos falar que colesterol não é algo ruim, ele é um tipo de gordura produzida pelo organismo. Até 60% do colesterol é produzido pelo seu fígado e o restante vem da sua alimentação. Ele é importante na formação dos hormônios sexuais, é fundamental na constituição do nosso sistema nervoso central e na formação dos neurônios, por exemplo. Ruim é o colesterol elevado, pois é responsável por surgimento de doenças, principalmente, doenças cardiovasculares que são a principal causa de morte na nossa população.
Existem dois tipos principais de lipoproteínas, que são as proteínas responsáveis pelo transporte do colesterol na corrente sanguínea, o HDL (chamado de bom colesterol) e o LDL (colesterol ruim). Para uma boa saúde, é necessário um equilíbrio entre os dois.

COLESTEROL
O colesterol elevado não apresenta sintomas e talvez, por esse motivo, as pessoas convivem durante tanto tempo com esse problema sem se importar. Não acomete apenas as pessoas obesas e sedentárias. A herança genética é um fator importante. Quando surge um problema devido ao colesterol elevado, é algo sério como AVC ou infarto agudo do miocárdio, por exemplo, podendo levar a morte ou deixando sequelas. Por essa razão, devemos sempre monitorar, realizando os exames necessários para verificar nosso colesterol sanguíneo.
E como controlar os níveis de colesterol? Ter uma alimentação adequada e praticar atividade física são os principais cuidados.  Em alguns casos, o uso de medicamentos se faz necessário.
Falando sobre a alimentação, devemos consumir alimentos ricos em fibras, como aveia, farinha de linhaça, leguminosas (feijão, grão de bico, lentilha...), todas as frutas, legumes e verduras. Consumir oleaginosas, como castanhas e nozes. As gorduras saudáveis encontradas no azeite de oliva, no abacate, nos peixes gordos. Consumir alimentos antioxidantes, como os alimentos fonte de vitamina C. Os flavonoides encontrados no chá verde.  Evitar alimentos industrializados, fontes de gordura trans e também alimentos ricos em carboidratos simples (açúcar, doces, biscoitos, farinha refinada...)

Por fim, não espere levar um susto para começar a tratar o seu colesterol elevado. Mantenha sempre hábitos saudáveis. Cuide da sua saúde e do seu coração.

Um abraço da Nutri.

lUDMILAContatos: 

IG Nutri Ludmila Candeco

Cel/Whats: 022 99906 0938

E-mail:

ludmilacandeco.nutricionista@hotmail.com

 

Comentar

Seu comentário será liberado pelo administrador. Informe-se sobre as regras de moderação de comentários no Termo de uso.
CAPTCHA
Resolva a soma abaixo por questões de segurança
4 + 1 =
Solve this simple math problem and enter the result. E.g. for 1+3, enter 4.