Notícias e Variedades de Macaé
Início » Colunistas » Nutri Vida » A alimentação auxiliando na cicatrização

A alimentação auxiliando na cicatrização

sex, 28/04/2017 - 14:54 -- Gisele Pacheco
Categoria: 
alimentos que ajudam na cicatrização

Cirurgias, lesões e até o desequilíbrio hormonal podem criar feridas ou manchas, que chegam a levar meses para estarem completamente curadas. Se você passou ou passará por algum tipo de cirurgia, está com um ferimento com dificuldade de cicatrizar ou conhece alguém em alguma dessas situações, fique atento, pois a alimentação pode ser uma grande aliada!

Na verdade, os alimentos tanto podem atrapalhar o processo de cicatrização como podem auxiliar para que ele ocorra mais rapidamente. Os alimentos certos impulsionam o sistema imunológico, melhorando o desenvolvimento de tecido ósseo e a produção de colágeno, fatores que levam à redução do tecido cicatricial.

Confira as dicas!

Alimentos que atrapalham a cicatrização

Camarão: O crustáceo tem concentrações elevadas de quitosana, uma molécula que favorece a inflamação da pele.
Produtos industrializados: Salgadinhos, sorvetes, biscoitos, enlatados e congelados são alguns dos alimentos contraindicados. Além de promoverem inflamações, eles são abastecidos de sódio, mineral que promove inchaço, outro fator que atrapalha a cicatrização.
Carne de porco: Ela também inflama a cútis, o que pode elevar além da conta a produção de colágeno e gerar uma super cicatrização - o queloide, aquela cicatriz que passou da conta.
Soja: As isoflavonas da leguminosa estimulam a liberação de substâncias do corpo que rendem mais e mais inflamação na ferida.
Pimenta: Ela tem capsaicina, substância que é ótima para as artérias, mas um tanto quanto agressiva para a pele. Melhor aposentar por um tempo.
Abacate: Ele tem substâncias que afetam no equilíbrio perfeito entre a fabricação e a quebra do colágeno, o que pode servir de estopim para o surgimento do tal queloide.

Alimentos pró-cicatrização

Eles devem aparecer no cardápio!

Fontes de vitamina C: Presente em frutas (laranja, pêssego, abacaxi, limão e acerola são bons exemplos), o nutriente é essencial para a formação adequada do colágeno, proteína que regenera o tecido.
Castanhas, nozes e afins: Além de contarem com o poder anti-inflamatório, elas são boas fontes de zinco, mineral que garante o equilíbrio entre produção e degradação de colágeno.
Peixes e carnes magras: Os cortes magros de carne vermelha dão incentivo especial para a formação do colágeno. Já os pescados fornecem ômega-3, gordura que barra inflamações.
Vegetais arroxeados: A cor indica a oferta de antocianina, um dos antioxidantes mais efetivos para a pele. Exemplos: Cereja, beterraba e berinjela estão cheias dela.

Quer conversar mais? Entre em contato comigo.

Eu sou Gisele Pacheco, nutricionista
E-mail: giselenutricionista@gmail.com

Comentar

Seu comentário será liberado pelo administrador. Informe-se sobre as regras de moderação de comentários no Termo de uso.
CAPTCHA
Resolva a soma abaixo por questões de segurança
1 + 18 =
Solve this simple math problem and enter the result. E.g. for 1+3, enter 4.