Notícias e Variedades de Macaé
Início » Colunistas » Corpo fitness » Exercícios para diabetes: quais são os benefícios?

Exercícios para diabetes: quais são os benefícios?

sex, 28/06/2024 - 12:10 -- Divercidades
Categoria: 
Créditos: 
Imagem web

O que é Diabetes?

A diabetes é uma doença crônica caracterizada pelo aumento do açúcar no sangue devido à falta ou má absorção de insulina. A condição também é conhecida como diabetes mellitus.

O diabetes Tipo 1 (DM1) é uma doença auto-imune caracterizada pela destruição das células beta do pâncreas, produtoras de insulina. Isso acontece por engano porque o organismo as identifica como corpos estranhos e produz anticorpos. Os anticorpos são proteínas geradas no organismo para destruir germes ou vírus.

O DM1 surge quando o organismo deixa de produzir insulina (ou produz apenas uma quantidade muito pequena). Quando isso acontece, é preciso tomar insulina para viver e se manter saudável.

No DM2, o pâncreas continua produzindo insulina, mas podem ocorrer dois problemas. O primeiro acontece quando a quantidade de insulina é insuficiente. O segundo problema está na incapacidade de as células reconhecerem a ação da insulina, impedindo a absorção da glicose. Essa dificuldade de reconhecimento é chamada de “resistência insulínica”.

O diabetes tipo 2 é cerca de 8 a 10 vezes mais comum que o tipo 1 e pode responder ao tratamento com dieta e exercício físico. Outras vezes vai necessitar de medicamentos orais e, por fim, a combinação destes com a insulina.

Quais os benefícios da prática de atividade física regular?

A prática de exercícios é importante para as pessoas com diabetes, pois ajuda a regular os níveis de açúcar no sangue, diminui a resistência à insulina, melhora o funcionamento do coração e do sistema respiratório.

Durante uma atividade ou exercício físico, ocorre o aumento da captação da glicose no músculo em contração, elevando o número de receptores que vão utilizar a glicose no sangue como fonte de energia no músculo. Assim a glicose não ficará em excesso e nem levará ao ganho de peso. É um efeito semelhante com a ação da insulina sobre a captação da glicose na musculatura.
O recomendado são exercícios de baixa e média intensidade para os iniciantes. Os exercícios aeróbicos, como caminhada, corrida, pedalada e natação, com uma frequência de cinco a sete vezes por semana, traz vantagens para o controle da sua glicemia. Os exercícios anaeróbicos como a musculação e alguns esportes de luta levam ao ganho de massa muscular, que aumentam a queima de glicose e melhoram a sensibilidade da insulina.Para um paciente com diabetes, não importa o horário, pode ser ao acordar, pode ser no seu intervalo para o almoço ou à noite. O importante é que ele tenha regularidade e que alcance 150 minutos por semana. A regularidade do exercício físico é mais importante do que o seu horário estabelecido. Isso independente de ser exercício aeróbico ou anaeróbico.
Essas são as mais recentes recomendações de exercício físico para pessoas com diabetes da Associação Americana de Diabetes (ADA), atualizadas recentemente:
       • Crianças e adolescentes com diabetes tipo 1 ou tipo 2 ou pré-diabetes devem participar de 60 min/dia ou mais de atividade aeróbica de intensidade moderada ou vigorosa, com atividades vigorosas de fortalecimento muscular e fortalecimento ósseo por pelo menos 3 dias/semana;
       • Pacientes adultos devem praticar pelo menos 150 min/semana de atividade física aeróbia de moderada a vigorosa intensidade (50 a 70-80% da FCMáx), pelo menos 3 dias/semana;
       • Durações mais curtas (no mínimo 75 min/semana) de intensidade vigorosa ou treinamento intervalado podem ser suficientes para indivíduos mais jovens e com melhor condicionamento físico;
       • Na ausência de contra-indicações, pacientes devem realizar treino de resistência 2-3 x por semana em dias não consecutivos;
       • Recomenda-se a redução do tempo “sedentário”, particularmente com intervalos na atividade sentada (interrompida pelo menos a cada 30 minutos);
       • Recomenda-se treinamento de flexibilidade e equilíbrio de 2 a 3 vezes/semana para idosos com diabetes. O yoga e o tai chi podem ser incluídos com base nas preferências individuais para aumentar a flexibilidade, força muscular e equilíbrio;
       • Pessoas grávidas com e sem diabetes devem participar de, pelo menos, 20 a 30 minutos de exercícios de intensidade moderada na maioria dos dias da semana;

       • Para indivíduos com diabetes tipo 2 em uso de insulina é aconselhada a suplementação com carboidratos (ou reduzir a insulina, se possível) para prevenir a hipoglicemia durante e após o exercício.

Contatos:
IG @EssencialFit
Email: atendimento@essencialfit.com.br
Tel: 22 2142 4729

 

Comentar

Seu comentário será liberado pelo administrador. Informe-se sobre as regras de moderação de comentários no Termo de uso.
CAPTCHA
Resolva a soma abaixo por questões de segurança
2 + 5 =
Solve this simple math problem and enter the result. E.g. for 1+3, enter 4.

Marca da Agência Logomotiva - Presença Digital - Agência desenvolvedora e mantenedora