Notícias e Variedades de Macaé
Início » Notícias » Uber já funciona em Macaé, mas oferta de carros ainda é pequena

Uber já funciona em Macaé, mas oferta de carros ainda é pequena

qua, 13/12/2017 - 11:40 -- Leila Pinho
Categoria: 
Créditos: 
Fotos: Alle Tavares
homem entrando em carro uber em macaé

O aplicativo Uber começou a funcionar em Macaé nesta sexta-feira, dia 8 de dezembro e, a novidade se espalhou rapidamente pela cidade. A equipe de reportagem do Portal Divercidades entrou em contato com a assessoria de imprensa da Uber para saber quantos motoristas, da cidade, estão cadastrados para trabalharem, e o número de viagens que já foram realizadas na cidade, porém a empresa não concedeu essas informações. Comunicou apenas que no Estado do Rio de Janeiro, há quase 100 mil motoristas cadastrados.

Alguns usuários já conseguiram usar o serviço do aplicativo, em Macaé. Outros tiveram problemas com a demora na chegada do veículo ou não conseguir fazer a viagem por indisponibilidade de carros. A confeiteira Renata Caetano, de 37 anos, utiliza muito táxi e nesta segunda-feira, pediu Uber pela primeira vez.  “Foi bem rápido. O carro estava limpo, cheiroso e o motorista era bem agradável. Eu saí da Aroeira e fui pro Visconde de Araújo. A corrida ficou em R$ 8,00. Se fosse de táxi seria uns R$ 15,00”, fala Renata. A confeiteira aprovou a Uber em Macaé, principalmente por causa do baixo preço da tarifa.

Já o jornalista Marcio Von Kriiger, de 55 anos, não teve a mesma sorte quando pediu Uber pela primeira vez. Neste domingo de manhã, ele estava saindo do bairro Virgem Santa e queria ir ao Centro. Marcio tentou, durante 30 minutos, pedir Uber e o aplicativo informava que não havia carro disponível. Porém, nesta segunda-feira, ele pediu novamente e conseguiu fazer a viagem. Ele saiu da Praia Campista em direção ao bairro da Glória. “Eu consegui, mas tive que esperar 20 minutos. Tem poucos carros ainda. O serviço é muito bom, está no mesmo nível do Rio de Janeiro, fora o tempo de espera. Quer que aumente o número de carros, pra que a gente não tenha que ficar tanto tempo esperando”, comenta o jornalista. 

motorista de uber em macaé

A psicóloga Jamile dos Santos Simões Portugal, de 40 anos, ficou sabendo da novidade na sexta-feira, pelas redes sociais e na madrugada do sábado precisou usar o serviço. Ela tentou fazer uma viagem por volta das 4h, mas o aplicativo Uber informou que não havia carro disponível. “Eu precisava ir ao Rio de Janeiro fazer um curso e meu ônibus saia às 4h30. Eu estava no Centro, perto do Mercado de Peixes e tinha que ir pra rodoviária, como não consegui um carro Uber, acabei chamando o táxi mesmo”, conta. 

Embora, a Uber não informe sobre o quantitativo de motoristas cadastrados para atender pessoas em Macaé, os relatos de vários usuários demonstram que a oferta de carros é pequena para a demanda.

Edson Pereira Corrêa, de 67 anos, é motorista da Uber e está trabalhando desde o sábado atendendo clientes em Macaé. Pra ele, o movimento está dentro das expectativas e a aceitação está grande, entre os usuários. Mas, ele afirma que o baixo número de carros rodando pelo aplicativo impacta no lucro das viagens. “Como tem poucos carros ainda, os carros estão demorando a chegar, a espera está grande. As vezes demora de 10 a 20 minutos. Se eu estou no Centro e tem um chamado na Glória, eu vou demorar um pouco pra chegar e o ganho também fica menor, porque preciso andar mais pra pegar essa corrida. Se tiver mais carros rodando, a valor da corrida vai compensar mais pra gente. Acredito que o adesão de mais carros ai aumentar aos poucos, porque só tem elogio das pessoas. Todo mundo comenta que faltava chegar a Uber em Macaé”, fala Edson.

aplicativo uberA Uber provoca uma intensa mudança no mercado de transporte individual de passageiros e impacta o tradicional segmento de táxi, além de fazer com que os poderes executivo e legislativo se movimentem para lidar com a nova realidade. Em Macaé, não existe legislação que proíba, nem que autorize a atividade da Uber, segundo informa a assessoria de imprensa da Câmara Municipal de Macaé.  Segundo a assessoria, é de competência do executivo propor uma lei que regulamente a atividade, que diferente dos táxis, tem origem na plataforma digital.

Para o presidente do Sindicato dos Taxistas de Macaé (Sintamm), João Luiz Conceição Lobato, a Uber pratica uma concorrência desleal com os táxis. “Nós não somos contra a Uber, mas queremos uma concorrência leal. Somos contra a Uber não pagar os impostos que o taxista paga. O preço da Uber é lá embaixo porque eles não pagam encargo social nenhum. Eles chegaram em Macaé com uma plataforma digital, mas nós também temos, temos o da Coopermat, o Rádio Taxi 24 horas, o Vip Táxi”, desabafa João.

O Sintamm já acionou sua área jurídica para tomar providências com relação à chegada da Uber em Macaé, embora o presidente do Sindicato não tenha especificado quais são essas medidas, exatamente. “Não estamos parados e vamos reivindicar pela nossa categoria”, fala João.

Comentários

Enviado por Roselaine Torre... em
Nos últimos 50 anos, no Brasil e no mundo muita coisa mudou, progrediu e como todo sistema e serviço, quem não se atualiza tende a ficar ultrapassado e perder espaço para a modernidade. Se formos listar aqui produtos, empresas e sistema que já não existe mais por conta da chegada da tecnologia e evolução natural dos tempos, aqui não teria campo.

Enviado por Bruno Peixoto em
Quem quiser trabalhar em Macaé e rio das ostras com a uber segueLink para cadastro direto. https://partners.uber.com/i/uyxnywadx

Comentar

Seu comentário será liberado pelo administrador. Informe-se sobre as regras de moderação de comentários no Termo de uso.
CAPTCHA
Resolva a soma abaixo por questões de segurança
1 + 5 =
Solve this simple math problem and enter the result. E.g. for 1+3, enter 4.